A honestidade comigo mesmo que começou a me libertar | Mensagem diária 21/ago

Diziam para as crianças: “Se você reconhecer seu erro; já está metade perdoado!” A parte mais difícil é voltar a trás e reconhecer, ser honesto. A honestidade é muito apreciada como virtude. Somos profundamente amados quando sabem que podem confiar no que dizemos.

Mas encobrir um vício dá muito trabalho e mentir passa a ser uma manobra comum. Essa manobra foi destruindo meu amor próprio e em algum lugar do meu ser; comecei a acreditar que não merecia uma boa vida por ser um mentiroso. Em recuperação, foi a honestidade comigo mesmo que começou a me libertar de qualquer crença negativa que eu tinha a meu respeito.

Primeiro foi a raiva. Eu sentia tanta raiva da mediocridade das pessoas. Uma avaliação honesta sobre mim mesmo revelou que a raiva que eu sentia era de mim mesmo. Eu queria ser poderoso e não era. As coisas que posso tem um limite e isso me causava grande frustração e sofrimento.

Aceitar meus limites com honestidade foi um exercício de humildade extremamente libertador. E comecei a sentir que ser honesto comigo mesmo me conferia grande poder.

Meditação para o dia:

Sua conversa sincera e honesta com Deus abre grandes fontes de poder!

Narração – Christian Simon
Edição – Anderson Cavalcante
Produção – Marta Lima

© Videobes 2016

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Facebook
Twitter