Ballet para Cegos Fernanda Bianchini @ Prêmio Rio Sem Preconceito 2013 – Pheeno TV

A diversidade e a luta contra o preconceito foram celebradas, na noite desta terça-feira (26/11), durante a segunda edição do Prêmio Rio Sem Preconceito, no teatro Carlos Gomes, Centro do Rio. A iniciativa da Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual da cidade, com liderança do ativista Carlos Tufvesson, premiou personalidades de destaque no último ano contra todo o tipo de discriminação.

O evento contou com a apresentação dos atores Dira Paes e Aloísio de Abreu e começou fazendo um alerta à população. Em um telão no centro do palco, foram exibidos fotos e vídeos de crimes de ódio e estatísticas desse tipo de violência no último ano no Brasil. “A cada 3 assassinatos no país, 2 são de negros. A cada 12 segundos, uma mulher é estuprada”, dizia um dos textos. No encerramento, os presentes fizeram um minuto de silêncio enquanto os nomes das vítimas fatais de preconceito passavam no telão.

Porém, a cerimônia também contou com muita alegria. Daniela Mercury, que foi uma das premiadas, fez um show com três músicas e animou a platéia. Para cantar “Aquele Abraço”, chamou a amiga bissexual Preta Gil, outra contemplada com o troféu. A cantora Ellen Oléria, vencedora da primeira edição do programa The Voice Brasil, também foi uma das homenageadas da noite que subiu ao palco para acompanhar Daniela, dessa vez, no hit “O Canto da Cidade”. A festa também contou com um número especial de Aloísio, que fez uma versão bem-humorada do clássico “My Way”, de Frank Sinatra, e do grupo de bailarinas deficientes visuais da Associação de Ballet e Arte para Cegos Fernanda Bianchini.

O deputado federal Jean Wyllys, o ex-padre Beto, as atrizes Cissa Guimarães, Dira Paes, Fernanda Montenegro e Glória Pires, o Presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa e o autor da novela “Amor à Vida” Walcyr Carrasco também foram homenageados na noite, segundo o júri do prêmio. Já os votos dos vencedores de 2011, na primeira edição do evento, elegeram Mãe Beata de Yemanjá, que luta pelo combate à intolerância religiosa, como mais uma das contempladas. Já a transexual paraense Bruna Lorrane venceu na categoria voto popular e ampliou a visibilidade do seu trabalho como responsável pela criação do nome social para transexuais.

http://pheeno.com.br – A diversidade é pop!

Siga o Pheeno no Twitter: http://twitter.com/sitepheeno
Curta o Pheeno no Facebook: http://facebook.com/sitepheeno

Equipe Pheeno TV

Editor-Chefe e apresentação: Thiago Araujo – @Thiaraujo
Produção Executiva e Direção Geral: Christian Simon – @ChristianGSimon
Edição: Antônio Leal
Produção: Marta Souza Lima
Apoio: Marcelo Haubrich

© VIDEOBES 2013

Na Categoria Pheeno TV
Assista Também

Deixe seu comentário

Top do Mês
Facebook
Twitter