Comecei a tomar minhas próprias decisões e expressar minhas opiniões | Mensagem diária 12/jan

Como todas as minhas aspirações na infância eram ridicularizadas, passei a mentir sobre tudo o que queria ou gostava e tentei me adaptar ao que os outros achavam que tinha validade para mim. Foi necessário que eu fizesse por escrito uma busca de autodescoberta para resgatar minha verdadeira identidade que eu havia isolado num lugar perdido e escondido de todos.

Comecei a desfrutar de meus sentimentos, não importava se certos ou errados, no início foi preciso estar atento a tudo o que me acontecia e identificar qual era o sentimento em relação àquela realidade. Comecei a tomar minhas próprias decisões e expressar minhas opiniões. Compartilhava com pessoas da minha confiança minhas aspirações e planos, e recebi apoio e encorajamento às ideias que antes pareciam loucas.

O fato de não me contentar com a submissão a um destino que eu não queria para mim despertou meus desejos mais antigos de fazer coisas que eu sempre havia sonhado, mas achava que esses desejos haviam morrido e eu não teria mais tempo de realizá-los.
Compartilhando meus desejos mais extravagantes com pessoas da minha confiança, pude colocá-los em perspectiva e isso fez com que eu perdesse a vergonha a culpa e o medo. E comecei a realizá-los.

Eu achava que me isolando eu era independente, mas era medroso e temia o ridículo. E compartilhar fez comigo justamente o contrário. Me deu coragem e confiança pra mudar o que era possível mudar.

Meditação para o dia:
Minha busca interior conferiu-me coragem para mudar. Admitir minhas fraquezas; derrubou o medo a vergonha e a culpa de ser quem realmente sou.

Narração – Christian Simon
Edição – Tuco Silva
Produção – Marta Lima

© Videobes 2016

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Facebook
Twitter