Como qualquer defeito de caráter, minha arrogância me afastava das pessoas | Mensagem diária 13/Set

Precisava disfarçar minha culpa. Não queria que as pessoas vissem o quanto eu era mau; inadequado e insuficiente para qualquer que fosse o empreendimento.
Nunca me destaquei em nada, nunca fui o primeiro da classe, nunca tive apreço e admiração de professores e qualquer adulto. Isso fez com que eu ficasse convencido de que eu jamais seria o bastante para qualquer coisa para qualquer relacionamento ou amizade. Qualquer coisa ainda que imperfeitamente boa; eu aguardava na certeza de ser apenas uma questão de tempo até eu perdê-la.
Carregando esse fardo gigantesco de culpa minha mãe fazia questão de o tempo todo me lembrar que eu não estava fazendo o suficiente para ter sucesso na vida. Não importava o que eu escolhesse ou quem escolhesse; na opinião dela sempre havia um montão de defeitos com o que eu queria. Eu era todo errado, mas não queria que as pessoas soubessem; então eu era arrogante e rude com as pessoas, e assumia uma pose de que sabia tudo e não dava sequer o benefício da dúvida a quem quer que fosse. Discussões pra mim; eram a forma que eu tinha de me impor no mundo porque fazia isso muito bem e sempre ganhava a razão.
Como qualquer defeito de caráter, minha arrogância me afastava das pessoas. Eu insistia que era chegado a pessoas importantes e famosas e falava delas com intimidade, provavelmente essas “celebridades” nem sabiam que eu existia, embora até tivessem apertado minha mão. E acabei isolado, qualquer desgraça que me abatesse eu não tinha ninguém a quem recorrer. Acabei mantendo os vícios como meus únicos amigos velhos de guerra.
E pensar que fazer reparações me libertou de tudo isso!
Não preciso mais de máscaras, fingimentos, celebridades pra me sentir bem. Minha auto-estima se estabeleceu firme e sadia quando comecei a me responsabilizar por qualquer coisa que eu perceba ter feito errado. Serenamente.

Meditação para o dia
Fazer reparações me confere um bem querer legítimo. Sou amado por Deus!

Narração – Christian Simon
Edição – Anderson Cavalcante
Produção – Marta Lima

© Videobes 2016

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Top da Semana

Sorry. No data so far.

Facebook
Twitter