Crescimento Espiritual – 4ª Tradição @ Meditações

A TRADIÇÃO 4 de AA diz:

4. Cada Grupo deve ser autônomo, salvo em assuntos que digam respeito a outros Grupos ou a A.A. em seu conjunto.

Quando conheci as tradições, não imaginava que elas poderiam ter um impacto na minha vida pessoal.

No início da recuperação eu me concentrava nos passos para transformar minha vida caótica em uma existência de valor e paz. Queria mais que tudo me livrar do medo crônico que eu sentia das pessoas. Por um tempo, me isolar das pessoas me ajudou a colocar meus pensamentos em ordem.

Depois de ter conseguido estabelecer ordem no meu mundo interior e ter uma conexão com meu poder superior que me garantia ter coragem, eu comecei a me dedicar à convivência com os outros.

Minha madrinha me garantiu que o caminho mais seguro para conviver com os outros seria praticando as tradições.
A 1ª me ajudou a eliminar meu egoísmo de querer fazer tudo à minha vontade e colocar a sobrevivência do grupo como mais importante.

A 2ª me ajudou a ter plena fé no poder superior para manter a harmonia entre nós.

A 3ª também fazia sentido porque aprendi a aceitar as diferenças.
Mas a 4ª demorou a fazer sentido porque achava que era liberdade demais para que qualquer grupo de desajustados sobrevivesse sem leis específicas.

Até eu chegar na parte do texto em que dizia:

“Cada grupo tem o direito de estar errado.”

Foi um grande despertar espiritual pra mim; descobrir que as pessoas têm o direito de serem como são. E posso viver com isso, se elas não interferirem no todo.

Compreendi que tolerância é diferente de aceitação. Não tenho que modificar o que há de errado com as pessoas. Elas têm o direito de errar, como eu tenho também.

Meditação para o dia:

A tradição 4 me libertou do fardo que eu achava que tinha de consertar tudo.

Intérprete – Ludmila Olivieri
Direção – Christian Simon
Edição – Antônio Leal
Produção – Marta Lima

© Videobes 2017

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Facebook
Twitter