Do isolamento ao compartilhamento – 1ª Tradição @ Meditações

A 1º TRADIÇÃO de AA diz:

Nosso bem-estar comum deve estar em primeiro lugar; a reabilitação individual depende da unidade de A.A.
Lembro-me do mal estar e ansiedade que eu experimentava estando com outras pessoas. Quando comecei a frequentar as reuniões, em pouco tempo eu tinha novas ideias de como aquele grupo podia funcionar melhor. Na minha concepção estava tudo errado. Eu sentia falta de organização e gerenciamento; de uma cadeia de comando e um conjunto de regras. Montei umas planilhas administrativas e fui mostrar para minha madrinha como aquele grupo podia ser otimizado.

Minha madrinha me explicou que os grupos prosperavam por causa da compreensão e aceitação amorosa entre seus membros; e por sua disposição para obedecer ao que não é exigido. Como guia tínhamos apenas as 12 tradições. Em especial a 1ª tradição estabelece uma base para criar e manter uma comunidade afetuosa e espiritual. Ao cuidar do bem-estar de todos os participantes, seremos capazes de discernir o que será melhor para o crescimento individual da maioria dos membros e alimentar nosso próprio bem-estar. Nosso programa é espiritual. Precisamos colocar nossa confiança no Poder superior de nossa concepção para conduzir nossas decisões para o bem comum e precisamos praticar os princípios do programa que funcionaram para outras pessoas e outros grupos. Nós não somos perfeitos. Mas mesmo os mais sérios conflitos sempre foram resolvidos respeitando as tradições e as regras da consciência de grupo.

Depois de ouvir a explicação de minha madrinha, senti um alívio. Guardei minha planilha. Mais tarde percebi que era meu ego desinflando. Eu sentia urgência em dominar aquele grupo de pessoas porque tinha medo de não conseguir me manter sóbrio. O medo sempre me isola de conviver com outros. Meu pensamento inicial era de que eu precisava de algo inteligente e poderoso pra me manter na linha.

Então levei a tradição 1 para minha casa e decidi que nosso bem-estar comum devia vir em primeiro lugar e que não havia necessidade de domínio e sim de união. Descobri que tinha desenvolvido uma obsessão por controle; e àquela altura minha necessidade de controlar tudo e todos perdera sua utilidade.
Meditação para o dia

Em um lar harmonioso, tomamos decisões juntos. Encontrei o equilíbrio e me libertei da obsessão de controlar tudo e todos. Há um Poder Superior para cada indivíduo.

Intérprete – Ludmila Olivieri
Direção – Christian Simon
Edição – Antônio Leal
Produção – Marta Lima

© Videobes 2017

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Facebook
Twitter