Em recuperação aprendi que tenho escolhas | Mensagem diária 14/dez

Eu era defensivo e nunca queria estar errado. Brigava pelas futilidades mais absurdas e me emocionava ao ponto da fúria. Vivia zangado e sentia raiva o tempo todo. Eu era o legítimo pavio curto.
Mas eu não gostava de ser assim. Me odiava quando me via envolvido de novo numa briga. Apesar de ser um ótimo argumentador e sempre vencer qualquer debate isso me desgastava até a exaustão. Eu queria ser diferente. Eu ambicionava ser calmo, tranquilo e queria ter uma postura equilibrada pra defender minhas ideias. Mas não conseguia evitar. Era como se eu tivesse botões que disparavam a raiva, a violência, e o ódio. Eu era manipulado pelas pessoas. E com a maior facilidade elas apertavam meus botões. E em segundos eu já estava aos berros, gritando como louco.
Em recuperação aprendi que tenho escolhas. Não preciso mais ter razão o tempo todo, não preciso mais me defender quando nem sequer existe uma ameaça. Não preciso sequer responder a provocações.
Hoje me espanto com é fácil evitar meu desequilíbrio emocional. Sou assertivo e digo tudo o que preciso dizer sem sequer levantar minha voz. Nunca mais precisei me dirigir às pessoas aos berros. Nem lembro mais o que é sentir ódio.
Tenho escolhas. E escolho ser capaz de controlar minhas emoções. Não reprimi-las. É diferente ter a condição do equilíbrio ao invés de silenciar passivamente.

Meditação para o dia
Tenho opções para meu comportamento. Tenho um poder superior que me orienta e me protege.

Narração – Christian Simon
Edição – Tuco Silva
Produção – Marta Lima

© Videobes 2016

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Facebook
Twitter