Então parei de agir como uma criança carente | Mensagem diária 04/out

Em meus inventários diários; tive necessidade de explorar meu grau de maturidade. Tinha me casado, tinha carteira de motorista; tinha completado a idade exigida para maioridade legal, tive um filho.
E continuava a ceder aos caprichos e narcisismos de meus pais, irmãos, empregadores, parentes e afins.
Continuava com a necessidade infantil que me aprovassem e gostassem de mim e me achassem legal. Continuava com a necessidade infantil que alguém me desse dinheiro para as coisas que eu precisava e não para as coisas que eu queria.Ao cruzar a barreira da negação, fui percebendo o quanto era tolo ao tentar agradar pessoas que nunca estavam satisfeitas comigo; não importava o que eu fizesse.
Então parei de agir como uma criança carente por atenção e me voltei ao amor verdadeiro de Deus. E quanto mais me sentia amado e valioso pra Deus, menos precisava me rasgar como capacho dos outros.
E um dia… fui liberto !!!!!
Não preciso mais viver preenchendo as expectativas de outros. Não preciso mais cair na manipuladora culpa que me saía tão caro. Libertei-me do vício, libertei-me da culpa, libertei-me dos medos: todos eles, libertei-me dos abusos. Todos com quem eu me relacionava continuaram tentando suas manobras, e a única coisa que precisei fazer foi me abster de responder a isso. Sou capaz de impor limites de forma assertiva e tranqüila. Amadureci espiritualmente para enxergar as relações perversas e doentias. E mesmo que o outro não perceba que está sendo abusivo, imaturo, e inadequado; mesmo assim, eu me afasto. Não preciso mais corrigir ninguém, só a mim mesmo.
Em contato com meu poder superior, vou escrevendo meus inventários e descobrindo em mim o que pode ser mudado, para o meu melhor. Para o meu mais alto bem.

Meditação para o dia
Sou adulto e espiritualmente amadurecido para usufruir de uma vida liberta!
Me alegro em desempenhar a função de transmitir uma vida sadia para as futuras gerações!

Narração – Christian Simon
Edição – Anderson Cavalcante
Produção – Marta Lima

© Videobes 2016

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Top do Mês
Facebook
Twitter