Era tão prepotente que se não soubesse algo, eu inventava. | Mensagem diária 03/nov

Ser humilde em tempos de tanta informação é um desafio.
Lembro que eu me deliciava ao pensar que tinha todas as respostas e como me sentia devastado se não soubesse algo. Era tão prepotente que se não soubesse algo, eu inventava.
Foi um esforço enorme começar a dizer: “eu não sei”. Foi ainda mais duro reconhecer e aceitar a experiência de outros com válida.
É o que fazemos nas reuniões. Ouvimos como os membros conseguiram crescer e ter tudo o que sonhavam. Parece que não é possível encontrar pessoas boas e honestas nesse mundo cheio de mentira, onde enganar é ser “esperto”. Onde arruinar o semelhante é válido pra “se dar bem.”
Hoje, mais evoluído espiritualmente, vejo a miséria espiritual desses que ainda estão doentes e vivem atormentados com seu ego.
Ao mesmo tempo, vejo a plenitude dos que conquistaram uma vida de humildade e serviço a Deus. Que satisfação maior é ajudar alguém, ao invés de sabotar.
Livre de culpa, e da vergonha de ser descoberto.
Continuo nessa jornada espiritual, sem saber sobre tudo, mas confiante de que tudo o que eu precisar saber para meu bem estar me será revelado. Confiante nas vantagens de ser honesto, porque se o “esperto” soubesse das vantagens de ser honesto, ele seria honesto só por esperteza!

Meditação para o dia
A humildade me concedeu a liberdade de um ego adoecido.

Narração – Christian Simon
Edição – Tuco Silva
Produção – Marta Lima

© Videobes 2016

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Facebook
Twitter