Eu achava que tudo o que dava me pertencia e podia acabar | Mensagem diária 17/nov

Hoje estou convencido de que o verdadeiro amor é espiritual.
Ao trabalhar muito em minha fé, aceitação, honestidade e generosidade, um sentimento de plenitude começou a crescer em mim.
Bill W orientou-se na Oração de São Francisco para praticar o passo 11. A primeira parte sempre fez sentido pra mim. Eu cultivava a ideia de ser uma pessoa pacífica; mas que também pudesse transmitir paz, e seguindo a oração todas as outras virtudes que ele pede a Deus também pede para ser capaz de transmiti-las. Fui professor durante muitos anos e sempre achei extraordinário transmitir conhecimento. Mas levei décadas para compreender a segunda parte; o porquê de pedir a Deus para consolar mais do que ser consolado, mais compreender do que ser compreendido e mais amar do que ser amado. Egocêntrico e carente como eu era eu queria muito antes ser consolado, compreendido e amado do que me dispunha a ajudar alguém.
Praticando o passo 11 encontrei a resposta. Tive que ser humilde e dar muito pouquinho do pouquinho que eu tinha e foi só então que eu compreendi que quanto mais tenho mais posso dar. E ter é muito bom. E ter pra dar é ainda melhor.
Arrogante como eu era achava que só poderia dar se tivesse muito, porque dar pouco ninguém valoriza. Achava que dar era só pra ser valorizado e agraciado e admirado.
O anonimato me ensinou que só se dá de verdade quando ninguém sabe sobre isso. E se for diferente; é pura soberba.
Hoje sou capaz de doar meu dinheiro, meu tempo e meu amor da mesma forma que as flores exalam seu perfume, sem medo de que quem vai receber não seja merecedor e sem o orgulho de me sentir virtuoso e aplaudido.
Eu achava que tudo o que dava me pertencia e podia acabar se eu desse muito, mas com o passo 11 descobri que tudo é a energia de Deus e eu que me considerava doador sou apenas testemunha.
Meditação para o dia
Meu relacionamento mais amoroso é com Deus! Milagres e mais milagres se manifestam na minha vida.

Narração – Christian Simon
Edição – Tuco Silva
Produção – Marta Lima

© Videobes 2016

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Facebook
Twitter