Foi muito interessante minha primeira carta de reparação | Mensagem diária 06/Set

Antes de fazer minhas reparações foi necessário que eu melhorasse minha capacidade de me comunicar com as pessoas.
Sempre acontecia das pessoas não entenderem o que eu falava. Ou às vezes pior, entendiam tudo errado.
Bem poucas pessoas conseguiam ver minhas intenções.
Comecei a inventariar isso e descobrir a causa dessa dificuldade de me comunicar.
Uma coisa eu sabia: tinha zero ASSERTIVIDADE. Precisei ler um livro inteiro de inteligência emocional para aprender sobre assertividade.
Mas enquanto resolvia isso me sugeriram que uma forma de fazer reparações muito interessante. Me disseram que quando a pessoa já tinha morrido e ficava impossível fazer a reparação eu podia cuidar bem dos seus descendentes e escrever uma carta de desculpas ao falecido dizendo e explicando meus motivos. Depois eu deixaria a carta um tempo até sentir uma libertação e colocaria ela no lixo ou queimaria.
Foi muito interessante minha primeira carta de reparação:
Comecei pedindo desculpas e encerrei a carta mandando a pessoa pro inferno, com muitos palavrões entre o começo e o fim.
Foi importante fazer esse exercício. Percebi que não tinha o menor domínio de minhas emoções e mesmo quando eu; é quem tinha errado, havia muita raiva envolvida e qualquer reparação que eu fizesse estava fadada ao fracasso.
Para mim foi necessário trabalhar profundamente minha assertividade e inteligência emocional porque as pessoas alvo sabiam como deflagrar meus gatilhos de raiva, ódio e ressentimento. Com tanta mágoa tive que elaborar um plano para praticar o passo 9.

Meditação para o dia
Seu equilíbrio, força e confiança podem ser devolvidos por Deus! Peça e receberá!

Narração – Christian Simon
Edição – Anderson Cavalcante
Produção – Marta Lima

© Videobes 2016

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Top da Semana

Sorry. No data so far.

Facebook
Twitter