Me agarrei ao lema: “viva e deixe viver” | Mensagem diária 20/fev

Eu tinha muita vergonha de ser feliz.
Toda vez que me acontecia algo de bom me sentia culpado. Via que meus parentes estavam longe de uma vida boa e ideal. Via que tinha mais sorte que meus amigos. Olhava ao redor e via as pessoas enfrentando dificuldades e se queixando de suas mazelas. No noticiário: injustiças, calamidades, tragédias e crianças passando fome na África.

E me sentia envergonhado e culpado por ter uma vida tão boa, tanta boa sorte, tantos sonhos realizados, enquanto outros estavam miseráveis. E o que quer que fosse de bom, pequeno ou grande: eu sabotava.

Não encontrava uma forma de viver em paz com coisas que eu tanto queria tanto havia trabalhado para conseguir e as tinha; com a tristeza dos outros… Em recuperação aprendi que primeiro eu, segundo eu, terceiro eu. E se eu não conseguir uma vida sadia não serei de utilidade pra ninguém, seria apenas mais um instrumento de Deus a precisar de reparo.

Então me agarrei ao lema: “viva e deixe viver”.

Existe Deus para cada um e para todos que assim desejarem em suas vidas. Não sou responsável pela alegria ou desgraça dos outros por mais querido e íntimo que me sejam. Posso orar por eles, e até oferecer minha limitada ajuda humana. Limitada. Não posso viver a vida do outro, e diminuir minha felicidade ou me sabotar para me igualar ao outro seria descer baixo e me degradar, sem proveito algum. E desperdiçar ingratamente as bênçãos que Deus quer que eu tenha. De novo, sem proveito algum.
Essa pequena mudança de postura foi muito libertadora para que eu me imunizasse do medo que eu sentia da inveja alheia. Posso ser tão feliz quanto eu deseje.

Hoje desfruto de minhas suadas conquistas, desfruto de minha boa sorte, de minhas crenças positivas e me sinto protegido. Sigo aprendendo e progredindo.

Meditação para o dia
Viver e não ter a vergonha de ser feliz. Cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz. Eu sei que a vida seria bem melhor e será, mas isso não impede que eu repita: é bonita, é bonita e é bonita!

Narração – Christian Simon
Edição – Antônio Leal
Produção – Marta Lima

© Videobes 2017

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Facebook
Twitter