Mente aberta – 4ª Tradição @ Meditações

A tradição 4 com sua excessiva liberdade pode dar a impressão que qualquer erro pode ser cometido e passar em branco com a tolerância dos demais. Mas não é assim que funciona, porque a tradição diz que a autonomia vai apenas até que não afete a associação como um todo.

Não temos liberdade para prejudicar outros. Se o fazemos por ignorância ou sem intenção, nós prontamente reparamos.

Se não tivermos a decência de reconhecer que nossa liberdade não deve tirar a liberdade do outro, não estamos preparados para viver em harmonia com quem quer que seja. A tradição 4 é a democracia em ação. Com ela podemos sair para o mundo, bem equilibrados; entre liberdade e responsabilidade.

Autonomia significa ter opções, se me dou o direito de escolher, devo saber que tenho que ser capaz de sustentar a minha escolha. É muito confortável deixar que os outros escolham por mim e tomem todas as decisões para depois ter a quem culpar quando tudo der errado. Ver a mim mesma com autonomia pode ser difícil, porque tenho medo de não precisar de ninguém e medo de que ninguém precise de mim. E fica um vazio quando o que mais queria era ter intimidade, era amar e ser amada.

Mas a tradição 4 abre minha mente para o equilíbrio de evitar ser totalmente independente ou depender totalmente de alguém.
Tomo minhas decisões com o cuidado não prejudicar outro ou meu grupo todo. Tanto em recuperação, quanto no trabalho ou na família. E à medida que me valorizo mais, também sou capaz de passar isso adiante.

E embora eu tenha autonomia, não preciso me comportar como autômato que só responde ao mesmo sentimento quando provocado. Se acontece algo que desafia meu equilíbrio, posso pensar antes de responder, posso focar numa perspectiva diferente e lembrar que todos têm um grau diferente de evolução espiritual. E se eu quiser posso permanecer em silêncio porque essa também é uma opção.

Meditação para o dia:

Vejo minhas escolhas com o equilíbrio da mente aberta.

Intérprete – Ludmila Olivieri
Direção – Christian Simon
Edição – Antônio Leal
Produção – Marta Lima

© Videobes 2017

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Facebook
Twitter