Não adianta oferecer soluções – 5ª Tradição @ Meditações

É sempre de cortar o coração quando recebemos recém-chegados com múltiplos problemas além do vício. Pessoas que destruíram sua saúde ou finanças ou reputação. Para muitos nada custa oferecer um emprego ou dinheiro ou companhia ou até sexo.
Não fazemos isso em respeita à tradição 5.

Qualquer desvio de nosso propósito primordial pode ameaçar nossa própria sobriedade. Podemos brincar de Deus por um tempo e sanar as necessidades de alguém, só até ficarmos com raiva e ressentidos quando nos mostrarem ingratidão. Nossa capacidade de nos identificarmos com o recém-chegado e assim proporcionar a sobriedade é uma dádiva. Concordamos em passar essa dádiva adiante porque descobrimos que é a única maneira de manter nossa sobriedade.

Obedecemos a tradição 5 para o bem do grupo mas no fundo é para nosso próprio bem. Toda vez que me ofereço para amadrinhar alguém e trabalhar os passos avanço no conhecimento de mim mesmo. Saio de minha própria amargura e isolamento. Tenho a chance de reavaliar meus próprios defeitos. Reforçar minha fé. E quanto mais conheço a mim mesma mais fácil fica pra remover meus defeitos.
É muito tentador oferecer soluções pra quem chega destruído; mas como diz na bíblia poderíamos até dar nosso corpo a ser queimado; mas sem amor; isso de nada ajudaria. E oferecer soluções seria ajudar sem amor. O que fazemos quando ajudamos outros a praticar nossos princípios é um amor verdadeiro. Estamos instrumentando essa pessoa a garantir sua salvação por si mesma. Sem dívidas ou credores. Isso nos ajuda a conhecer melhor a nós mesmos. E crescer.

Meditação para o dia
Levamos muito a sério a quinta tradição. Simplesmente porque servir transmitindo a mensagem é o amor tornado visível.

Intérprete – Ludmila Olivieri
Direção – Christian Simon
Produção – Marta Lima

Ludmila veste Casual Street
www.casualstreet.com.br

© Videobes 2017

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Facebook
Twitter