Não preciso mais reprimir ou justificar sentimentos | Mensagem diária 22/abr

Me alegro ao entrar em contato com o que sinto. Meus sentimentos são a expressão de minha humanidade. É maravilhoso saber o que sinto e não mais precisar reprimir ou justificar. Não preciso mais rejeitar nenhuma parte do meu ser. Sou íntegro e sou fiel a mim mesmo. Meu banco de emoções é bem grande e minhas emoções positivas dão um colorido especial à minha vida. Assim como minhas emoções negativas. Não preciso mais me punir pelo que sinto ou pelo que um dia eu senti. Não há em mim emoção ruim ou boa, certa ou errada. São todas minhas.

Conhecendo minha memória emocional, consegui expressar o que sinto em palavras e converso sobre o que sinto. Dando um nome ao que sinto; me liberto de comportamentos inconscientes que antes me faziam agir por impulso.

Posso ser honesto comigo porque posso lidar com qualquer coisa que sinta. Minhas emoções são minhas habilidades de sobrevivência. Mas hoje, ciente delas; tenho o livre arbítrio de decidir o que fazer.

Hoje com a maturidade espiritual despertando, eu vejo tudo com clareza e sei o que fazer pra me modificar. Não posso mudar o curso dos rios, mas posso me adaptar. Não posso mudar o curso dos ventos; mas posso ajustar minhas velas. Não posso mudar as pessoas; mas posso me recusar a participar de suas manobras.
Em minha memória emocional se encontram todos os elementos que me fazem vivo, e para tudo o que me machuca eu tenho um antídoto. Se sinto medo, tenho a fé; se sinto inveja, tenho a gratidão; se sinto raiva, tenho a tolerância; se sinto vergonha tenho a aceitação. E tudo o que sinto é meu.

Meditação para o dia:
E tudo vale a pena quando a alma não é pequena.

Narração – Christian Simon
Edição – Antônio Leal
Produção – Marta Lima

© Videobes 2017

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Facebook
Twitter