O equilíbrio entre a vida espiritual e material devolve o bem estar | Mensagem diária 23/fev

Sempre que me aparece um novo desafio, volto a meu inventário e avalio que defeito de caráter está se manifestando e tentando controlar minha postura. O primeiro deles é meu medo irracional. Medo de ficar desamparado no futuro se compro algo que gosto e custa caro, culpa por ter mais condições que os outros de desfrutar de coisas boas, orgulho se atacam minha vaidade, raiva e ressentimento se qualquer ameaça surge ao que desejo obter ou manter. Inveja se ver alguém obter tão fácil coisas e talentos que me custam para obter. Minha mente se fecha e reajo compulsivamente, irracionalmente, infantilmente.

Então vou às reuniões, oro e medito, pratico exercícios, e retomo o controle de minhas atitudes. Pode levar dias, mas sempre recobro a sanidade. Quanto mais aceito minha realidade, menos prejuízos se acumulam em minha vida. Só o que preciso é seguir meu roteiro: ir às reuniões, oferecer ajuda, colocar meu dinheiro de maneira agradecida na sacola, cuidar bem de mim, de minha higiene, praticar exercícios, orar e meditar, relaxar e sempre estar atento às origens de meus desconfortos.

Tenho percebido nos últimos anos que o medo irracional está sempre no ar, como um vírus da gripe. Preciso sempre me manter imune. Isso significa cuidar bem de mim e prestar atenção às minhas necessidades. O medo irracional é um vício, muito oculto e passa despercebido para a maioria das pessoas. Quanto mais vou progredindo em maturidade espiritual mais imune me torno a esse vício destrutivo.

A vida é um processo dinâmico. Não tenho certeza se é possível atingir uma condição de vida em que tudo está resolvido. Mas tenho certeza que tudo pode ser administrado com serenidade. Tenho certeza que toda vez que tento forçar soluções e me torno insano posso usar o Passo 2 para ter minha sanidade devolvida.
Tenho usado os 12 passos como minha melhor arma e meu melhor remédio. O equilíbrio entre minha vida espiritual e material sempre devolve meu bem estar.

Meditação para o dia
Talvez eu não possa erradicar o medo da inveja, os medos irracionais e medos dos outros defeitos; defeitos tanto meus quanto de outros, mas sinto que pra tudo tem remédio e tenho fé que posso sempre mudar de postura quando precisar.

Narração – Christian Simon
Edição – Antônio Leal
Produção – Marta Lima

© Videobes 2017

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Facebook
Twitter