O verdadeiro poder contra o desamparo vem de Deus | Mensagem diária 08/fev

Hoje como adulto fazendo meus inventários, tenho revisitado estados dolorosos de infância quando me senti desamparado e frustrado e injustiçado por acontecimentos que não conseguia compreender. Revisito esses episódios não como uma atividade mórbida de auto piedade, mas porque como hoje tenho maturidade para perceber esses acontecimentos de uma perspectiva que me ajudam a erguer e ampliar minha fé.

Muitas foram as vezes em que me senti negligenciado por meus pais ou adultos que deveriam cuidar de mim. Por causa da prática dos 12 passos, posso olhar para minha infância e compreender que se meus pais erram comigo foi unicamente porque são seres humanos e nem é possível esperar perfeição de qualquer ser humano. Na medida em que meu próprio filho crescia, fui percebendo que eu mesmo cometi erros e não consegui proteger meu filho de tudo e ser um pai perfeito. Ia ficando cada vez mais fácil compreender e perdoar meus pais, e começar a agradecer pelas tantas coisas boas que deles recebi.

Em minha juventude, os vícios me davam essa sensação de alívio das frustrações em geral. Os vícios me faziam sentir coragem e me conferiam um poder que mais tarde verifiquei ser um falso poder.

Lembro-me de um episódio de profunda dor e sensação de abandono, quando ainda muito criança na escola eu devia representar um personagem em uma peça de teatro. Minha mãe prometera mandar minha fantasia, e a peça já começara e a fantasia não chegou. Fiquei zangado, e uma dor de impotência invadiu todo o meu ser porque aquilo era muito importante pra mim. Para minha boa sorte, minha mãe havia me ensinado a rezar e pedir a Deus nas horas de desamparo. Então rezei uma prece sincera e lembro de ter na hora pedido a Deus que perdoasse a falha de minha mãe comigo porque sabia o quanto minha mãe tinha preocupações maiores do que comigo.

Não queria ficar zangado com minha mãe porque eu a amava muito. E naquele mesmo instante, a professora veio me dizer que a fantasia havia chegado e era deslumbrante e que minha mãe mesmo não tendo podido levar; fez com que ela chegasse até a escola… Hoje sou grato pela mãe que tive, sobretudo porque ela me ensinou as primeiras lições de contato com o poder superior e que tudo pode ser reparado. Hoje é fácil lembrar disso e saber que o verdadeiro poder contra o desamparo vem de Deus e não preciso mais dos vícios para meu conforto.

Meditação para o dia
Só por hoje vou procurar o reino de Deus e, tudo o mais me será acrescentado.

Narração – Christian Simon
Edição – Antônio Leal
Produção – Marta Lima

© Videobes 2017

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Facebook
Twitter