Quanto mais me apoiava nos vícios, mais me detestava e me odiava | Mensagem Diária – 21/mai

Lutei por minha independência e saí vitorioso. Foi um longo e penoso caminho reconhecer e eliminar minhas dependências tão essenciais à minha sobrevivência.
Com uma autoestima tão prejudicada, não me restava outra crença a não ser a de que precisava de parentes, cônjuges, amigos ou qualquer estranho que se habilitasse a me ajudar. Tinha me convencido de que era inútil, e de que não sabia fazer nada sem a orientação e responsabilidade dos outros.
Só me restava o consolo dos vícios que anestesiavam toda minha dor e sofrimento. E quanto mais me apoiava nos vícios, mais me detestava e me odiava.
Álcool, drogas e muita comida, tudo me arrastava a precisar ainda mais de socorro dos que me cercavam, transformando-me num verdadeiro fardo para todos. Toda vez que pedia dinheiro, ficava cada vez mais refém de minha dependência dos outros.
Só quando tive meu despertar espiritual é que percebi a perversidade desse comportamento que funcionava como um carrossel que me levava sempre para o mesmo lugar: desespero e carência por mais atenção.
Então rompi voluntariamente com qualquer ajuda de quem já tinha contado nos meus tempos de dependência. Foi muito duro viver apenas do meu pequeno salário. Mas tive fé, e segui em frente contando com a única ajuda que nada me cobraria: a ajuda de Deus. E quando me dei conta lá estava eu; livre de qualquer manipulação, livre de qualquer cobrança. Nada mais pedia e, portanto nada mais havia para ser cobrado!
Livre afinal!
Meditação para o dia
Peça em oração a quem tem o poder de te dar sem nada precisar em troca: peça a Deus! Toda a riqueza, paz, amor, segurança e saúde vêm de Deus! É nossa única fonte permanente de prosperidade e abundância verdadeira!

Narração – Christian Simon
Edição – Anderson Cavalcante
Produção – Marta Lima

© Videobes 2016

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Facebook
Twitter