Quanto mais me desprezava, mais inveja sentia dos outros | Mensagem diária 15/nov

A regra de ouro diz: “Ama teu próximo como a ti mesmo”.
Até encontrar os 12 passos eu não sabia o que era amar a mim mesmo. Não sabia que se não fosse capaz de cuidar do meu corpo, do meu espírito, das minhas finanças, jamais seria capaz de amar a outrem.
Havia aprendido que amar a mim mesmo seria vaidade egoísmo e arrogância. Fui ensinado a atender as expectativas dos meus pais, as exigências dos professores e a ordens de qualquer mais velho do que eu. Eu estava tão ávido para atender as demandas dos outros para que eles me amassem que não percebia o milagre da centelha divina dentro de mim.
Com meus inventários fui reformulando meus conceitos e vi que vaidade, orgulho e arrogância; nada tem a ver com amor por mim mesmo. Ao contrário; são atitudes de quem tem medo e insegurança. São máscaras que eu usava pra me proteger de tudo o que me fazia sofrer.
Hoje isso fica bem claro quando alguém me trata com arrogância e soberba. Vejo naquela pessoa todo o desespero que eu sentia pela ânsia de ser respeitado.
O amor é paciente e bondoso. Não tem fúria de ciúme, não se irrita, nem fica magoado. Não se orgulha ou se envaidece e não se ensoberbece. Não é grosseiro ou egoísta. Não se alegra com o mal; mas regozija-se com a verdade. O amor a tudo resiste; tudo suporta e a tudo supera. Com fé e confiança.
Sem admirar a mim mesmo, como valioso que sou; eu seria incapaz de ter esse sentimento pelos outros sem considerá-los superiores e mais dignos do que eu. E assim eu me diminuía; e quanto mais me desprezava, mais inveja sentia dos outros.
Amargo e ressentido; cresci sem ter aprendido a cuidar de mim mesmo. Me valorizar, me apreciar e me dar amor. Os outros mereciam ser mais do que eu os outros podiam mais do que eu, e eu sempre vinha depois.
Comecei a me perdoar, e uma enorme porta se abriu para que o amor entrasse.
Meditação para o dia
Faça seus inventários, reparações e perdoe-se. Então volte-se a Deus e sinta o calor do acolhimento divino! Aceite suas limitações e dê oportunidade pra Deus entrar!

Narração – Christian Simon
Edição – Tuco Silva
Produção – Marta Lima

© Videobes 2016

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Facebook
Twitter