Tentava desesperadamente conseguir a aprovação de meus pais | Mensagem diária 09/fev

Outro vício que fazia escravo e eu não conseguia perceber era o vício da aprovação. Os exageros que eu cometia para ser apreciado eram tantos, que eu perdi a noção do que era importante para mim, e vivia em função de agradar aos outros.

Me endividava pra receber agradecimento e reconhecimentos. Queria que todos pensassem bem de mim e o quanto eu era magnânimo. Eu mentia a meu respeito e apresentava uma falsa imagem de mim mesmo. Me comportava como se eu pudesse resolver tudo e tivesse grande inteligência; grande habilidade, e grandes poderes. Em meus delírios de grandeza eu arruinava minha saúde trabalhando em excesso, e me sujeitava a abusos e ao estresse só para agradar aos outros.
Negligenciava minhas necessidades básicas; mas para agradar aos outros meu poder era infinito. E dessa forma eu transferia para outrem o controle de minha vida; comprometendo minha integridade e minha saúde.

Tentava desesperadamente conseguir a aprovação de meus pais e fazer com que eles me achassem o máximo; que me dessem a atenção e glória que eu achava que merecia. Minha recuperação começou a fazer efeito quando comecei a ser honesto comigo mesmo e me declarar como limitado que sou. Quando comecei a olhar para mim mesmo e compreender que eu podia preencher minhas necessidades e ser gentil comigo mesmo.

Com a sabedoria que me foi conferida pela oração da serenidade comecei a perceber o que devia ser separado de quê. Honestidade para perceber quais coisas eu fazia para cuidar bem de mim mesmo e quais coisas eu fazia só para inflar meu ego.
Hoje tenho esse discernimento e estudo bem minhas atitudes antes de agir. Se faço algo com moderação e genuína vontade de retidão ou se ultrapasso meus limites apenas para parecer bem na foto.

Hoje identifico a astúcia de ser manipulado por parentes e quem quer que seja. E a despeito de seus dramas teatrais, sou autêntico em meus propósitos e atitudes.

Meditação para o dia
Só por hoje posso dispensar os vícios. Sou capaz de me dar amor e aprovação.

Narração – Christian Simon
Edição – Antônio Leal
Produção – Marta Lima

© Videobes 2017

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Facebook
Twitter