Tive que refazer meus caminhos por escrito | Mensagem diária 07/ago

Tendo crescido em um lar disfuncional, eu vivia coberto de medo do castigo e da punição e a pior parte é que nunca podia prever porque em minha casa não havia regras definidas então às vezes eu era punido e outras vezes, fazia coisas ainda piores e meus pais ignoravam ou até me premiavam distorcendo os acontecimentos.

Minha casa era uma bagunça. Ainda tenho muito ressentimento por isso. Mas tenho que manter uma perspectiva de maturidade para meu próprio bem. Porque não havia regras claras tive dificuldade de aprender a ser responsável por mim mesmo. Meus pais sabiam que estavam errando muito e me cobriam com compensações para aliviar a suas culpas.

Mas isso piorava tudo porque me fazia mais dependente, me fazia cúmplice da bagunça como um suborno pra ficar calado, e pior me fazia co-dependente porque quando muito jovem eu acreditava que podia ter algum controle sobre o vício de outros. Talvez com chantagens ou ficando doente (essa era minha manipulação mais freqüente).

Quando fiquei adulto estava obviamente infantilizado, irresponsável, dependente, co-dependente e ingressando no meu próprio vício para formar minha própria família e continuar a herança de disfuncionalidade e vício que tinha aprendido com minha família.

Praticando os 12 passos. Tive que refazer meus caminhos por escrito e embora tenha juntado muito material para culpar os outros por meus fracassos, ser maduro, significa ser capaz por si mesmo e parar de responsabilizar quem quer que seja por meus fracassos, é ser dono da minha vida= como eu tanto desejava, na infância!

Ao refazer meus caminhos para colocar meus desafetos em listas para separar o joio do trigo, começo a perceber onde me perdi e como me encontrar. Com o objetivo de dissolver minhas culpas e autopunições, começo a ter outros ganhos de avaliação, vou amadurecendo e encontrando meu lugar sadio na vida.

Meditação para o dia:

Deus PODE orientar você pelos caminhos da recuperação.

Narração – Christian Simon
Edição – Anderson Cavalcante
Produção – Marta Lima

© Videobes 2016

Na Categoria Meditações
Assista Também

Deixe seu comentário

Facebook
Twitter